Pular para o conteúdo principal

Financiamento para pequenas empresas: (Qual opção é realmente melhor para você?) Equidade, dívida ou dívida conversível?

Escrito por Alex Liu
Este artigo foi originalmente publicado no UpCounsel.


Ao considerar o financiamento de pequenas empresas, é importante entender todas as opções disponíveis. Caso contrário, os investidores podem facilmente tirar vantagem de você e oferecer condições injustas. Portanto, antes de angariar algum dinheiro, saiba se o capital, a dívida ou o financiamento da dívida conversível faz mais sentido para você expandir seus negócios.
floor
Fonte:Getty imagens(floor)

Equidade

Aumentar o capital através do capital próprio é uma escolha popular, se não a mais popular, para os empreendedores seguirem. Os investidores compram ações da sua empresa, dando-lhes uma participação financeira no sucesso futuro do seu negócio.

Como funciona

  1. Você define um valor específico em dólar para o valor de sua empresa.
  2. Com base nessa avaliação, os investidores concordam em lhe dar dinheiro em troca de uma determinada porcentagem de sua empresa.
  3. Os investidores recebem remuneração com base no percentual de ações que possuem quando você vende a empresa ou abre seu capital.

Prós

  • Todo o seu dinheiro pode ir para o seu negócio, em vez de reembolsos de empréstimos.
  • Os investidores assumem algum risco e não precisam ser pagos até que você esteja bem.
  • Os investidores geralmente têm uma valiosa experiência comercial.
  • Como os investidores têm participação financeira no sucesso de seus negócios, eles são motivados a oferecer uma orientação sólida e conexões de negócios valiosas.

Contras 

  • financiamento por ações tem as mais altas contas legais e leva mais tempo para ser fechado, tornando-se a estrutura de financiamento de pequenas empresas mais complexa,, diz George Deebcolaborador da Forbes e consultor de crescimento.
  • A venda de ações da sua empresa dificulta a sua recuperação.
  • Você provavelmente perderá o controle de parte do seu conselho para seus investidores.

Dívida

A captação de recursos com base na dívida é a forma de financiamento de pequenas empresas que a maioria das pequenas empresas acaba escolhendo, diz Fundable. É também o mais fácil de entender. O dinheiro é emprestado a você com o acordo que você vai pagar ao longo do tempo com uma taxa de juros estabelecida.

Como funciona

  1. Você pede dinheiro emprestado com um acordo para pagar de volta com juros dentro de um prazo específico.
  2. Você também terá que oferecer ao seu credor algum tipo de garantia, que são ativos líquidos que você vai desistir se você não puder fazer seus pagamentos de empréstimo.

Prós

  • Você vai levantar capital muito mais rápido do que com financiamento de pequenas empresas. Isto é especialmente verdade de quantias menores em dinheiro.
  • Você pode manter 100% de sua empresa, além de 100% de seus lucros.
  • Os pagamentos de juros são dedutíveis nos impostos.

Contras

  • Você deve estar completamente confiante de que você pode fazer seus pagamentos de empréstimo em dinheiro a cada mês. Se você não fizer isso, os credores podem fazer você vender o seu negócio, a fim de obter seu dinheiro de volta.
  • O pagamento de juros pode se tornar uma das suas maiores despesas comerciais.
  • Os credores comerciais exigirão aos pequenos empresários que garantam pessoalmente o empréstimo e ofereçam bens pessoais como garantia, mesmo que sua empresa esteja estruturada como empresa ou sociedade limitada, de acordo com a Forbes.
Dívida

conversível Uma estrutura de financiamento de pequenas empresas de dívida conversível é uma mistura de dívida e financiamento de capital. O dinheiro arrecadado é considerado um empréstimo, mas em alguma data futura o empréstimo pode ser convertido em ações se os credores assim optarem.

Como funciona

  • Você vai negociar uma taxa de juros para pagar o empréstimo. Esta também será a taxa de juros para os credores que decidirem não converter qualquer dívida em ações.
  • Os detalhes sobre como os credores podem converter a dívida em capital próprio são negociados no momento do empréstimo. Na maior parte, isso significa concordar em conceder aos credores um desconto ou garantia sobre uma próxima rodada de captação de recursos.
  • Você também definirá o limite de avaliação ou a avaliação máxima da empresa, na qual os credores podem converter a dívida em patrimônio. Se os investidores decidirem não negociar seus empréstimos por ações neste nível de avaliação predeterminado, eles não poderão mais fazê-lo em uma data futura.
Prós 

  • custos de transação são baixos e o processo se move rapidamente.
  • Se você não quiser definir uma avaliação de empresa, o que envolve muita incerteza e riscos para novas startups, uma estrutura de dívida conversível para financiamento de pequenas empresas faz muito sentido, diz Asheesh Advani, CEO da Covestor.
  • A utilização de dívida conversível protege os investidores da diluição em futuras rodadas de financiamento.
Contras
  • Investidores se sentem desconfortáveis ​​em dar dinheiro sem saber a exata participação de uma empresa que terão, e você pode ter que oferecer grandes descontos em ações para fazê-los concordar com os termos.
  • Você pode ser forçado a definir uma avaliação antes de estar pronto para evitar despesas inacessíveis de reembolso do empréstimo.  

No final, é melhor você fazer sua escolha final, melhor em qual opção específica, funciona melhor para você, não apenas agora, mas também no futuro imediato.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Geração Z: quais as dificuldades na sua gestão .

Antes de tudo, o que venha ser a geração Z, formada principalmente por jovens que surgiram apos o final da década de 90. Sua principal característica é a massificação da tecnologia que agregou na vida das pessoas, eficiência, inovação e modernidade, sobretudo no ambiente empresarial.
Desse jeito, essa nova geração trouxe transformações bastante impactante nas empresas, com  nova forma de agir e pensar, ampliado suas visões para novas possibilidades e interesses tendo como características a serem mais flexíveis, interativos e dinâmicos.


As pessoas dessa geração Z estão a procura principalmente da estabilidade, propostas e ideias que tragam retorno imediatos, mais ao mesmo tempo que se mantem durador ao longo do tempo. Em muitas das situação essa geração buscar no primeiro momento a remuneração, só depois de fazer parte algo mais significante para vida.


Uma das principais virtudes dessa geração, é de construir na carreira profissional, algo tipo marcante e ainda ser pago por isso. Em fa…

A História Do Como Fazer Onboarding De Novos Colaboradores

Você escolheu novos colaboradores e agora é só esperar para que eles se cresçam na organização? Porem! É necessário fortalecer a relação deles no espaço de trabalho, isso é o ponto de partida para chegar ao  onboarding na integração de novos colaboradores. Incide em uma metodologia para harmonizar e habilitar estes profissionais na cultura da organizacional.
Porem, diversos líderes  de recursos humanos apresentam algumas imprecisões da forma como o onboarding deve ser realizado, logo, quando feito adequadamente, esse procedimento deixa que os colaboradores estejam mais determinados e proporcionem resultados em pouco tempo. siga este artigo e conheça dicas importantes para ter sucesso certo o procedimento deintegrar novos funcionários. Veja!

Agrupe colaboradores em um evento de onboarding de novos funcionários Para começar uma metodologia de onboarding hábil, prepare um evento. Primeiro comece com “seja bem-vindo” no inicial dos trabalhos com novos colaboradores é o mais apropriado pa…

Treinamentos on the job:melhorar na aprendizagem de equipes

Essa pratica detreinamento é cada vez mais comum no ambiente empresarial, principalmente pelo fato de ser realizado dentro do próprio ambiente de trabalho.
A sua finalidade é observar como colaborador se comporta diante das situações do dia-a-dia da empresa, dessa forma adequado aos procedimentos de trabalho da organização. Quando criança, nossos comportamentos são espelhado no que os adultos: falam e gesticulam.

 Essa ideologia é defendida por parte de alguns gestores, que o aumento da aprendizagem do colaborador   através da realização de seu trabalho diário, tudo isso agregado dentro de curso de treinamento formalizado.Contudo, outros tipos de treinamentos não trariam os mesmos resultados. Embora, ajudar integrantes de equipes apreender seja uma tarefa mais difícil de executar na pratica, do que na teoria. ao londo desse artigos vamos conhecer alguns estratégias de aprendizagem o para equipes de trabalho.

Entre diversos métodos de programas trainees e liderança, nesse tipo de trein…