Pular para o conteúdo principal

Cultura organizacional: como elevar a produtividade

Qual é a sua afinidade com a produtividade? Por determinar positivamente no clima organizacional, a cultura organizacional tem analogia direta com o crescimento da produtividade. E convive nesse aspecto a importância do trabalho do campo de RH, especialmente se ela trouxer — como demanda a administração contemporânea — um enfoco ao mesmo tempo estratégico do que operacional.


Como os colaboradores são zelosos por “consolidar” os princípios que determinam a cultura organizacional, é respeitável que as estratégias de gestão de pessoas estejam norteadas para o fortalecimento dessas finalidades. Isso denota, na prática, meditar a assunto tanto nos procedimentos de recrutamento e seleção como nos programas de desenvolvimento profissional.
student
Fonte:getty imagens(student)

No momento da contratação, é essencial avaliar se o perfil comportamental dos candidatos é ajustado com a cultura organizacional. E, na integração dos novos colaboradores, a finalidade deve ser de assegurar que as estimações fiquem devidamente conhecidas e posteriormente, absolvidas. É importante lembrar que, no dia a dia dos trabalhos, também compete ao RH garantir que essa disposição seja sustentada — quanto a isso, vale a pena entender mais pouco a respeito do papel do RH.

O conhecimento tem apontado que é a partir desse tipo de desempenho que a organização terá bons resultados nos seus índices de produtividade. E não é complicado perceber por que isso ocorre: em um espaço de trabalho mais preparado, os colaboradores conseguem realizar seus trabalhos com mais eficiência, concentrando-se nas atividades mais relevantes para o negócio.



Além disso, a sinergia entre os participantes do grupo ainda é um palavra-chave no processo de gestão de pessoas. Enfim, o colaborador necessita se sentir bem no dia a dia — isso acontece quando ele percebe o que está executando — e esperar que vale a pena vestir aquela camisa. Sem essa ansiedade, a organização pode confrontar graves dificuldades em torno dá gestão da equipe, bem como carência de motivação, índice elevado de faltas no trabalho e, o que é pior, uma taxa alta de turnover.

Compreendemos que a retenção de talentos é atualmente uma provocação a ser derrotada pelas organizações que desejam aumentar a produtividade da equipe. Já que nenhuma pessoa pode se dar à grandeza de perder recursos na habilitação de um profissional que não utilizará as novas práticas a benefício do negócio.
Possuir uma cultura organizacional bem determinada e difundida apoia bastante, instigando, até mesmo, o serviço da liderança, que se torna mais eficaz quando tem direções mais bem definidas.

Este é um ponto importante: o líder tem uma função efetiva no momento de  promover dos valores organizacionais. É ele que, no dia a dia, conduz o desempenho dos colaboradores. E, nessa situação, é indispensável que seu comportamento seja harmônico com a filosofia da organização.

Comentários